imoveis1

Na quitação antecipada, descontos vão além dos juros

Por em Moradia no dia 12 de novembro de 2010

São Paulo, SP – Além dos descontos referentes aos juros, vários outros beneficiam o comprador que opta por antecipar a quitação do financiamento imobiliário, conforme observa a Associação dos Mutuários de São Paulo e Adjacências (Amspa). “Devem também ser observados outros acréscimos embutidos nas prestações, tais como: taxa de administração e de risco ao crédito, seguros, multas, correção monetária projetada”, diz o presidente da Amspa, Marco Aurélio Luz, lembrando que os descontos incidem sobre as parcelas a vencer.

Aurélio Luz diz que, para contratos firmados antes de dezembro de 2007, por decisão do Conselho Monetário Nacional (CMN) as instituições financeiras podem cobrar uma taxa por conta da liquidação antecipada, porém há ressalva. “Este tipo de tarifa só pode ser cobrado quando especificado contratualmente, no momento da concessão do financiamento. Para contratos posteriores àquela data, não é permitido cobrar encargos para quitação antecipada”, alerta Marco Luz.

Segundo a Amspa, a lei garante aos tomadores de empréstimos que, entre os esclarecimentos obrigatórios por parte dos bancos, está o fornecimento de uma planilha de cálculo, simples e clara, sobre a evolução do débito (Artigo 6° do Código do Direito do Consumidor). “Embora a exigência da lei, a realidade é bem diferente e, pior ainda, há casos em que são cobradas taxas pela quitação antecipada”, declara o presidente da associação.

Marco Luz recomenda ao mutuário, interessado em quitar o financiamento por antecipação, procurar um profissional especializado. “Agindo desta forma, ao comparecer perante o credor e apresentar a proposta, o dono do imóvel já terá sanado as suas dúvidas, e estará preparado com o cálculo daquilo que terá de pagar”, sugere.

A regra para quitação antecipada de financiamentos imobiliários vale também para outros tipos, como os empréstimos para compra de eletrodomésticos e de veículos. “Lembrando sempre que a redução de juros e taxas só é válida para as prestações que ainda vão vencer”, conclui o presidente da Associação dos Mutuários de São Paulo e Adjacências (Amspa), Marco Aurélio Luz.

Os mutuários que desejam esclarecimentos sobre como proceder aos cálculos para chegar ao valor da quitação pretendida podem obtê-los junto a Amspa, pelo telefone: 11 3292 9230. O endereço eletrônico da associação é: www.amspa.org.br

Fonte: http://terraimoveis.imovelweb.com.br/web/editorial/TerraNoticia.aspx?nodeid=3539

1

luiz em 30 de julho de 2011 às 12:09

as vendas a longo prazo são na maioria das vezes pegadinhas para induzir à compra……….

Deixe seu comentário


Comentário: *

*Todos campos são obrigatórios



MAIS POPULARES

  1. Prateleiras de borracha
  2. Festa na obra!
  3. Como aplicar a cor azul na decoração
  4. Uma estadia num tubo de concreto
  5. Emprego na construção chega a 3 milhões de trabalhadores em junho

CATEGORIAS

TAGS

2010 - Catálogo da construção - O guia para quem constrói.